“DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA”


No âmbito do “DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA” o Clube da Proteção Civil, o Clube de Desporto Escolar e a Unidade Especializada de Apoio à Multideficiência de S.Martinho realizam uma atividade “Risque da sua vida o que não interessa: seja diferente, seja eficiente!!!” em que os alunos do 9ºano farão uma visita guiada à Unidade e uma aula inclusiva onde vivenciarão algumas experiências diárias dos colegas portadores de deficiência.

 

Turma
Dia/Hora
9ºB
6 dezembro (4ªf) - 11.45h-12.30h
9ºC
6 dezembro (4ªf) – 8.15h-9.00h
9ºD
6 dezembro (4ªf) – 10.05h-11.35h
9ºE
7 dezembro (5ªf) – 8.15h – 9.00h
9ºF
7 dezembro (4ªf) – 11.45 h – 12.30h

O objetivo passa por sensibilizar a população escolar para a situação das pessoas com deficiência, promover a sua inclusão na sociedade e contribuir para a felicidade das pessoas que vivem com deficiência, tudo no sentido de: Educar: Fazer; Incluir, Compreender, Incentivar e Elogiar, formando uma sociedade mais solidária e mais justa.
 
 

 

 

 

 

 

 

Campanha de Solidariedade

O Clube da Proteção Civil e a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas das Taipas, no âmbito Dia Universal dos Direitos da Criança, vão levar a cabo uma campanha de 20 a 24 de novembro - "Pelo Leandro, em solidariedade, por  uma vida com qualidade".

Um dos objetivos do Dia Universal dos Direitos da Criança é que "Crianças e jovens de todo o mundo se unam para ajudar a proteger a vida de crianças, lutar pelos seus direitos e para as ajudar a desenvolver o seu potencial máximo". Nós, Agrupamento de Escolas das Taipas, vamos ajudar um aluno que frequentou todo o percurso escolar no nosso agrupamento a ter uma melhor qualidade de vida.


Neste sentido, solicitamos a toda a comunidade educativa que estenda um afeto ao Leandro, que se traduzirá em 1€ = 2 rifas.

Assim, durante a próxima semana de 20 a 24 de novembro, os alunos do clube da proteção civil e os elementos da associação de estudantes farão a recolha do donativo.

 

Agradecemos a todos quantos estendam ao Leandro o direito à qualidade de vida.

AETaipas participa -13 de OUTUBRO - 10h13m um exercício público de cidadania “A Terra Treme”.


A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em parceria com diversas entidades públicas e privadas, e inserido nas celebrações do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, promove no dia 13 de OUTUBRO, sexta-feira às 10h13m um exercício público de cidadania “A Terra Treme”.

Este exercício terá a duração de 1 minuto e visa sensibilizar as diferentes comunidades para a preparação e autoproteção para o risco sísmico, contribuindo de uma forma ativa para a diminuição de risco.

 

BAIXAR, PROTEGER, AGUARDAR

BAIXAR

Baixe-se sobre os joelhos, esta posição evita que possa cair durante o sismo, mas permite mover-se

PROTEGER

Proteja a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procure abrigar-se, coloque-se, se possível, debaixo da secretária ou uma mesa resistente, e segure-se a ela firmemente

AGUARDAR

Aguarde até a terra parar de tremer


TODOS SOMOS PROTEÇÃO CIVIL!  

DIA DA INTERNET SEGURA 2017

Olá a todos!

Um pouco por todo o mundo está a ser celebrado o Dia da Internet Segura. Em Portugal estão a decorrer mais de 500 ações durante o mês de fevereiro.
O Clube da Proteção Civil não podia deixar de contribuir e fará uma sensibilização nas aulas de Oferta Complementar nas turmas do 6º e 8ºanos.
O objetivo é informar sobre como podem beneficiar em segurança das grandes oportunidades oferecidas pela internet, pois temos consciência que a Internet faz parte do nosso mundo, criando uma imensa rede de conexões. Vivemos conectados boa parte do tempo.

Pois sabemos que a Internet é fruto do que fazemos com ela, por isso cada um de nós pode contribuir fazendo um uso responsável.

A 13 de outubro, pelas 10,13 horas, a Escola promoveu um exercício de cidadania "A Terra Treme",respondendo ao apelo da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

A 13 de outubro, pelas 10,13 horas, a Escola promoveu um exercício de cidadania "A Terra Treme",respondendo ao apelo da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O exercício teve a duração de 1 minuto e visava sensibilizar a comunidade escolar para a preparação e autoproteção para o risco sísmico, contribuindo de uma forma ativa para a diminuição de risco dos indivíduos, enquanto responsáveis de primeira linha, pela sua autoproteção em situação de emergência, associando-se assim às comemorações dos 260 anos do sismo de 1755 que ocorreu em Portugal.
Os alunos e pessoal adulto, sem saírem da sala de aula,cumpriram os três passos essenciais:BAIXAR, PROTEGER, AGUARDAR.
BAIXAR
Baixaram-se sobre os joelhos, pois esta posição evitava que pudessem cair durante o sismo, mas permitia que se movessem.
PROTEGER
Protegeram a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procuraram abrigar-se, colocaram-se, quando possível, debaixo da secretária ou de uma mesa resistente, e seguraram-se a ela firmemente
AGUARDAR
Aguardaram até que a terra parasse de tremer.
NÃO FOI ACIONADO QUALQUER SINAL SONORO PELO QUE O PROFESSOR TEVE DE ESTAR ATENTO À HORA E TOMAR A INICIATIVA.

Após estes passos retomaram a atividade letiva.
http://ospequenosjornalistas.wikijornal.com/
* Os alunos do Clube da proteção Civil foram informados, para esclarecimento de dúvidas


 



No AET, o no ano escolar aconteceu, no dia 14 de setembro, de manhã, pelas 9.30h, com a receção às crianças que vão frequentar pela 1ª vez o pré-escolar, os alunos do 1º ciclo e os alunos do 5ºano...
Na Escola Básica das Taipas, alunos do 3º ciclo do Clube da Proteção Civil apadrinharam os novos colegas. Os alunos receberam-nos e encaminharam-nos, na devida altura, para o Polivalente, onde já estavam os pais/ encarregados de educação. Depois da cerimónia no polivalente, dirigiram-se para uma sala com o seu diretor de turma e aí receberam as primeiras informações sobre o funcionamento da escola: um livrinho com os direitos e deveres do aluno, os serviços, a calendarização das atividades, o horário... No fim, fizeram um breve circuito pela escola.
Os alunos do Clube da Proteção Civil desejaram um bom ano escolar para todos!
(informação retirada de jornal da escola: http://ospequenosjornalistas.wikijornal.com)

“ Violência no namoro” – Orientação Escola Segura – 9ºanos

 


 

 

“Violência no namoro” foi o tema selecionado pelo Clube da Proteção Civil e Grupo da Educação para a Saúde para debater/sensibilizar os alunos do 9ºano da Escola Básica das Taipas.

A orientação foi da responsabilidade da Escola Segura de Guimarães e mereceu a atenção e interesse da maioria dos alunos.

É sempre importante refletir, nestas idades, sobre esta problemática, pois segundo estudos feitos a violência doméstica, na sua maioria, inicia na fase de namoro.

Nesta sessão foi definido o que é violência entre pares (física, psicológica, social etc)  e quais as consequências (físicas, psicológicas e mesmo legais) para o agressor e vítima, bem como, esclarecido sobre como atuar perante uma situação de violência, quais os apoios e quais os procedimentos.

Os alunos viram proveito no tema, note-se que o tema foi antecipadamente discutido pelos alunos do Clube da Proteção Civil, na aula de Oferta complementar aquando a apresentação “Corta com a violência: quem não te respeita, não te merece”.



Os alunos do 5ºano do Clube da Proteção Civil sensibilizam a turma para a adoção de comportamentos adequados na estrada

Os alunos do 5ºano do Clube da Proteção Civil sensibilizam a turma para a adoção de comportamentos adequados na estrada.

O elevado número de sinistros que ocorrem anualmente com crianças e jovens adolescentes é demasiado preocupante para que o clube da protecção civil  fique passivo  perante tão dramática situação.

Face a isto, os alunos do Clube da Proteção Civil sensibilizaram os colegas da turma para a adopção de comportamentos adequados na estrada.
Este é um problema que afeta a todos e os mais pequenos são sem dúvida exímios na transmissão de informação. 
Assim, sob a orientação da coordenadora e do diretor de turma os alunos expuseram uma apresentação multimédia pré elaborada no interior do clube onde apresentaram os  comportamentos adequados à circulação enquanto peão, enquanto passageiro de automóvel ligeiro ou de transporte coletivo.

Segundo os alunos do 5ºD a aula foi importante pois "Aprendemos a circular na estrada em segurança”,  “Verificamos que alguns acidentes podem ser evitados.”
Assim, juntos  compreenderam a importância de adotar e promover uma cultura de segurança.

Vejam como foi na turma do 5ºG:







Dia da Internet Mais Segura 2016

Em fevereiro celebra-se o Dia da Internet Mais Segura (9 de fevereiro de 2016).
Ao longo dos anos, o Clube da Proteção Civil da Escola Básica das Taipas junta-se à comemoração que é feita em mais de 100 países.
À semelhança dos anos letivos anteriores, o clube vai desenvolver diversas atividades:
- Aula de Oferta Complementar (OC) “Internet Segura”- 6ºano, com o lema “Faz a tua parte por uma Internet melhor”;
- Aula de Oc “cyberbullying" - 8º ano;
- Sessão formativa pela Escola Segura “Internet Segura” para 6ºanos.

Assim, o Clube tenta dar recursos e conselhos que promovam a utilização segura e responsável da internet.




Reunião Clube Proteção Civil

O clube da proteção civil reuniu na passada semana para avaliar as atividades desenvolvidas e planificar as atividades a desenvolver. Assim, nos próximos dias o clube vai lembrar o “Dia da Internet Mais Segura” (9 fevereiro) com sessão formativa pela Escola Segura “Internet Segura” 2 e 4 fevereiro, aula de “Cyberbullying” no 8º ano e “Faz a tua parte por uma Internet melhor” no 6ºano em OC e orientada pelos elementos do clube.

Do 5º ao 9º ano, alunos aprenderam os procedimentos exercício de evacuação.

Foi nas aula de Oferta complementar de todas as turmas do 5º ao 9ºano que os alunos relembraram os procedimentos do exercício de evacuação através de uma apresentação multimédia efetuada e apresentada à turma pelos alunos do clube da proteção civil . A aula decorreu na maioria das turmas conforme o planeado. Na próxima reunião do Clube a coordenadora apresentará aos elementos do clube o feedbak da avaliação efetuada pelos directores de turma. Fica assim cumprido um dos objectivos do clube que consiste em lançar as bases para que se possa construir uma verdadeira cultura de segurança.

Alunos do Clube da Proteção Civil do AETaipas sensibilizam para a diferença


No âmbito do plano de acção do Clube da Proteção Civil, os 7ºanos visitaram a sala da Educação Especial com o intento “Sou atento, sou diferente”.

A sessão iniciou com a oferta de uma flor, pelos alunos do Clube da Proteção Civil, desejando que a mesma “Floresça a sala e as vidas”.

Posteriormente viram e ouviram um filme alusivo à inclusão, elaborado pelos elementos do Clubejuntamente com o projeto Movimento Educa (desporto Escolar).

As turmas foram convidadas a realizar tarefas como “criação de uma receita por símbolos”; preenchimento de uma fatura; resposta à questão “Ser diferente é?” bem como um convite à reflexão sobre o Que é a inclusão?

Foi muito entusiasta a forma como os alunos encararam esta atividade, e surpreendente o facto da maioria dos mesmos não conhecer a sala e mais inesperada a vontade que demonstraram em regressar durante este ano letivo!

Foi assim cumprido o objectivo, uma sensibilização à diferença.
 



Cube da Proteção Civil sensibiliza para : A TERRA TREME - Exercício público de cidadania no âmbito do risco sísmico – 6.11 às 11h06


 

No dia 6 de novembro, às 11h06, no âmbito deste exercício público de cidadania – A TERRA TREME - convida-se a comunidade educativa do Agrupamento de Escolas das Taipas a participar no exercício nacional, praticando os três gestos básicos de proteção em caso de sismo:
Baixar – baixe-se sobre os joelhos, esta posição evita que possa cair durante o sismo, mas permite mover-se;
Proteger – proteja a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procure abrigar-se, coloque-se se possível sob uma mesa resistente e segure-se a ela firmemente;
Aguardar – aguarde até a terra parar de tremer.
O exercício A TERRA TREME tem a duração de um minuto e qualquer cidadão pode participar, individualmente ou em grupo.
Promovido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, em parceria com diversas entidades públicas e privadas, este projeto enquadra-se nos objetivos da Estratégia Internacional para a Redução de Catástrofes das Nações Unidas. Este ano, esta iniciativa está integrada nas ações que assinalam os 260 anos do sismo de 1755, e pretende envolver a comunidade na preparação para o risco sísmico.
No contexto do lançamento do Referencial de Educação para o Risco – ReRisco, elaborado pela Direção-Geral da Educação em parceria com a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares destaca-se a importância do papel da escola e da comunidade educativa, no incentivo a uma cidadania ativa em matéria de proteção e segurança.
Assim, para além da prática dos 3 gestos, no minuto definido para o exercício A TERRA TREME, a campanha dinamizada pela Autoridade Nacional de Proteção Civil procura promover a discussão e a aprendizagem sobre como agir antes, durante e após um sismo, aprendizagem que será efetuada em todas as turmas do 5º ao 9ºano nas aulas de Oferta Complementar e pelos elementos do Clube da Proteção Civil no mês de novembro.
 

REUNIÃO ELEMENTOS DO CLUBE DA PROTEÇÃO CIVIL


 
Agrupamento de Escolas das Taipas

                                                                                                          2015/2016     

                                            
 
O Clube da proteção civil reuniu na passada semana para organizar, planificar as atividades a desenvolver neste primeiro período.
 
            A ordem de trabalhos contemplou:
ponto um - Aprovação do regimento interno;
                                                          ponto dois - planificação das atividades a desenvolver neste período;
                                                          ponto três - Outros Assuntos.
             
         Os alunos compareceram na sua maioria e demonstraram interesse e motivação para o desenvolvimento das atividades.
         
        Para este período estão agendadas as seguintes atividades:
       - Uma aula de Oferta Complementar em todas as turmas, com maior detalhe no 5ºano sobre “Rever para agir em segurança ”: procedimentos dos alunos docentes e não docentes em caso de evacuação ;
- Sensibilização para o exercício público “A terra treme”;
- Atividade para o 7ºano: “Sou atento, sou diferente” – Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
- Segurança no Corta- Mato Escolar

Escola Segura de Guimarães sensibiliza alunos do 5º e 6º ano na EB2.3 Caldas das Taipas


No campo de acção do plano de atividades do Clube da Proteção Civil realizaram-se as palestras:  “COMUNICAR EM SEGURANÇA”, destinada às turmas do 6ºano e “SER JOVEM EM SEGURANÇA: A CRIANÇA E O JOVEM COMO UTENTE DA ESTRADA” para as turmas do 5ºano, sob a preleção dos Agentes da Escola Segura da Secção de Programas Especiais da GNR de Guimarães e coadjuvadas pelos alunos do Clube de cada turma.

O objetivo destas palestras visou identificar os perigos, ensinar a adotar comportamentos adequados e conhecer as penalizações usadas em cada uma das infrações cometidas e sobretudo apresentar  casos reais, sensibilizando os alunos para a adoção de comportamentos seguros.


A atividade envolveu 12 turmas, empenhadas em saber mais questionando sobre os temas, fomentando assim, o civismo e a cidadania, contribuindo deste modo para a afirmação da comunidade escolar enquanto espaço privilegiado para a promoção de uma cultura de segurança e bem estar. 







Dia da Internet mais Segura (Safer Internet Day) 2015

Sensibilização pelos alunos do Clube da Proteção Civil



O Dia da Internet mais Segura (Safer Internet Day) 2015 está a aproximar-se.
O Clube da Proteção Civil, no âmbito do projeto SeguraNet, irá realizar uma sensibilização em todas as turmas (do 5º ao 9ºano) pelos alunos do Clube da proteção Civil.

Este ano o tema é “Dia da Internet Mais Segura 2015: Juntos vamos criar uma Internet melhor!” e recorda-se no dia 10 de fevereiro de 2015.
Esta sensibilização tem como objetivo assinalar a iniciativa “Dia da Internet mais Segura” que é organizada pela rede Insafe, em fevereiro de cada ano, para promover uma utilização crítica e responsável da tecnologia e dos dispositivos móveis, especialmente entre as crianças e jovens de todo o mundo.
O clube da Proteção Civil aceitou o convite do consórcio do Centro Internet Segura  e participa neste evento registando as suas ações de promoção à adopção de comportamentos mais seguros online.




Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada 2014 – Sensibilização em todas as turmas do 5º ao 9º ano.

O Clube da Proteção Civil da Escola das Taipas sensibiliza para o Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada” que se celebra no domingo 16 de novembro.
O Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada celebra-se anualmente no terceiro domingo do mês de novembro. É dedicado à memória dos muitos milhões de pessoas falecidas ou feridas em desastres de viação em todo o mundo e presta também homenagem às equipas de emergência, à polícia e aos profissionais médicos que diariamente lidam com as consequências traumáticas da sinistralidade.
Assim, os elementos do clube do 5º ao 9ºano farão uma sensibilização na aula de Oferta Complementar.


O clube tem consciência que as lesões causadas por acidentes de viação constituem um sério problema a nível mundial, que requer esforços para uma prevenção eficaz. Estima-se que, anualmente e em todo o mundo, cerca de 1,2 milhões de pessoas morrem e 50 milhões são feridas em consequência de acidentes de viação. As projeções indicam que estes números vão aumentar em cerca de 65% nos próximos 20 anos, a menos que exista um novo empenho na prevenção. 
Assim e o como o lema do nosso clube é: “Prevenir é a melhor forma de agir” 

vimos sensibilizar para a causa !!! 


Filme sensibilização nacional Estrada viva


A Terra Treme-exercício da ANPC

A 13 de outubro, pelas 10.13 horas, realizou-se, na escola, um exercício público de cidadania no âmbito do risco sísmico.
Promovido pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em parceria com diversas entidades parceiras, públicas e privadas, e inserido nas celebrações do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes (http://www.unisdr.org/we/campaign/iddr ), este exercício propunha-se envolver a comunidade escolar na preparação para o risco sísmico.
 O exercício “A TERRA TREME” teve a duração de um minuto e os alunos esconderam-se debaixo das mesas.
 O exercício não se destinava apenas às escolas. Todas as pessoas, onde quer que estivessem, estavam convidadas a participar no exercício nacional, e efetuar os três gestos básicos de proteção em caso de sismo: Baixar-se sobre os joelhos para evitar que se possa cair durante o sismo; Proteger a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e abrigar-se sob uma mesa resistente (por exemplo- caso da escola), e segurar-se a ela firmemente; e Aguardar até a terra parar de tremer.
Trata-se de uma campanha de sensibilização e preparação, com o objetivo de contribuir para que, em caso de sismo, os cidadãos adotem comportamentos simples de segurança, mas que podem salvar vidas, inteirando-se sobre o que fazer antes, durante e após um sismo.
Para mais informações, pode consultar-se o site www.aterratreme.pt, onde se pode encontrar uma explicação detalhada do evento, informação sobre os 7 Passos que devem ser incorporados antes, durante e depois (identificar e corrigir os riscos em casa; planificar um Plano Familiar de Emergência; preparar um kit de emergência; conhecer os pontos fracos do edifício; executar os três gestos que protegem; cuidar de si, dos seus e dos mais vulneráveis; estar atento às indicações das autoridades).

Nas fotos, as turmas do 5ºB e do 8ºC.
(Informação copiada do jornal da escola "Os pequenos Jornalistas"  -http://ospequenosjornalistas.wikijornal.com/ a quem o CPC agradece)  

Alunos da turma 9ºE "padrinhos" dos mais novos!


O 9ºE recebeu os alunos do 5ºano de escolaridade e apadrinhou cada turma deslocando-se com eles às instalações da escola EB2.3 e demonstrando total disponibilidade para auxiliar os novos alunos em qualquer tarefa durante o ano letivo.

“Aprender para Salvar” – Sessão formativa BOMBEIROS – 7ºano

As turmas do 7ºano deslocaram-se  às instalações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas para assistirem à sessão formativa intitulada “Aprender para Salvar”.
Esta atividade foi desenvolvida no âmbito do Clube da Proteção Civil e teve como objetivo adquirir conhecimentos básicos referentes ao suporte básico de vida.
A sessão iniciou com uma visita ao quartel desde a receção e zona de atendimento a emergência, até às camaratas, salas de convívio e outras.
Posteriormente os alunos viram a frota de veículos de que a corporação dispõe, aprenderam a razão da disposição dos carros por zonas: zona incêndios florestais / incêndios urbanos, industriais e INEM e visitaram os interiores das viaturas ficando a conhecer os equipamentos e utensílios existentes em cada viatura.
Após a apresentação os alunos assistiram a uma sessão sobre Suporte Básico de Vida, onde, entre outras, perceberam como reagir, numa situação de emergência, nomeadamente como atuar numa chamada de emergência, como abordar uma vítima inconsciente e como efetuar a ressuscitação cardiopulmonar, isto é, as manobras de reanimação.
Foi também abordado a manobra de Heimlich utilizada para desobstrução das vias aéreas superiores.
No final, os alunos referiram que gostavam de ter uma disciplina na escola para abordarem estas temáticas tão importantes para o salvamento de uma vida e tão acessíveis a qualquer cidadão.
Assim nos próximos anos equacionar-se-á a possibilidade de protocolar com a instituição (Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Taipas) a formação dos alunos nas aulas de oferta complementar.

Os Bombeiros Voluntários das Taipas foram extremamente prestáveis e esclarecedores nas suas explicações sobre suporte básico de vida, facto que leva o Agrupamento de Escolas das Taipas e o Clube da Proteção Civil a agradecer toda a disponibilidade manifestada e colaboração prestada.